KIT MÍDIA Contato

por: Marcio Nato Rodrigues - Curitiba(PR)

Data: 26/10/2017 às 09h01min - Atualizada em 26/10/2017 às 09h01min
.. O número de suspeitos de homicídio detidos em Curitiba no ano chegou a 100 nesta quarta-feira (25) — mais do que o dobro do registrado no mesmo período em 2016, de acordo com a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

O último preso, apresentado pela polícia nesta quarta, é um jovem de 19 anos, suspeito de matar a tiros um casal de irmãos em julho deste ano, no bairro Sítio Cercado. Ele foi encontrado pela polícia depois de três meses de investigações.

"Podemos reputar esse aumento na qualidade e eficiência do trabalho da DHPP no compartilhamento de informações com a população, inclusive através do Disque Denúncia, assim como a Polícia Militar e o serviço reservado, que auxiliam com informações que permitem chegar até os autores dos crimes", comenta o secretário de Segurança Pública do Paraná, Wagner Mesquita.

Mortes caem

O número de mortes segue o caminho inverso do número de presos, ainda segundo a Polícia Civil. Enquanto foram registrados 233 homicídios no primeiro semestre de 2016, neste ano o registro é de 176 mortes, também nos primeiros seis meses do ano — queda de 24,4%.

Conforme a DHPP, é o menor índice de mortes violentas registradas na capital nos últimos dez anos, quando a Secretaria de Segurança Pública do Paraná.

Número de suspeitos de homicídio presos mais que dobra em Curitiba, diz polícia