KIT MÍDIA Contato

por: Alessandra fonseca - ()

Data: 15/12/2017 às 09h34min - Atualizada em 15/12/2017 às 09h34min
..O prefeito Rafael Greca e o vice-prefeito e secretário de Obras e Infraestrutura, Eduardo Pimentel, receberam nesta quinta-feira (14/12) mais R$ 10 milhões para o projeto de revitalização da Bacia do Rio Belém. Os recursos foram repassados pela governadora em exercício Cida Borghetti e fazem parte da parceria firmada em fevereiro deste ano entre o Governo do Estado e a Prefeitura.

“Estamos vivendo um momento histórico”, disse Greca, referindo-se não apenas à consolidação do Plano de Trabalho da Revitalização do Rio Belém e também do Plano Municipal de Saneamento. “2018 será o ano da revitalização do Rio Belém”, garantiu o prefeito.

Para Cida Borghetti, trata-se de um sonho que está mais perto da concretização. “Ver os rios limpos, em especial o Rio Belém, afluente do Rio Iguaçu, é algo que quero desde a infância”, reforçou.

Trabalho conjunto

A secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza Dias, fez a apresentação do Plano de Trabalho de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio Belém e detalhou as ações que devem receber os novos recursos. Entre outras medidas, haverá a implantação de sistemas de fitorremediação, visando melhorias da qualidade da água e da interação paisagística das áreas urbanas da Bacia.

O plano contempla obras de infraestrutura, como as drenagens já em andamento pela Secretaria de Obras, esgotamento sanitário, criação e ampliação de unidades de conservação (parques) e de educação ambiental.

O documento é resultado do trabalho que vem sendo desenvolvido desde a formalização da parceria. Pela administração municipal, fazem parte as secretarias municipais do Meio Ambiente e de Obras Públicas e Infraestrutura e o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc).

Pelo Estado, participam a Sanepar, Casa Civil, as secretarias do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, da Agricultura e Abastecimento, do Planejamento e Coordenação Geral, do Desenvolvimento Urbano, Águas Paraná, Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e Institutos Lactec.

A intenção é buscar soluções para reduzir a poluição do rio, cuja bacia hidrográfica tem 42 km². Em relatório divulgado pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP), com medições de 2005 a 2009, as avaliações do rio são majoritariamente “muito poluído” e “extremamente poluído”. Durante o período de elaboração, ações de cada uma das instituições continuaram a ser realizadas.

Na ocasião, foi assinado o Termo de Designação dos membros do Comitê Gestor da Bacia Hidrográfica do Rio Belém, o GT Belém, composto por representantes indicados pelo Estado e pelo Município. Na coordenação geral estão a secretária Marilza Dias e, da Secretaria de Estado de Planejamento e Coordenação Geral, Nestor Bragagnolo. O plano foi entregue também ao diretor-presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche.

Plano Municipal de Saneamento

O evento contou, ainda, com a assinatura do Decreto 1994/2017, pelo prefeito Rafael Greca, que aprova a o Plano Municipal de Saneamento Básico da cidade. O documento traz diretrizes e metas para os próximos 20 anos. “O documento tem cerca de mil páginas que garantem que Curitiba seja a melhor cidade do Brasil em saneamento, coleta de lixo, captação de água e esgotamento sanitário”, explicou Greca.

O plano, disponível no site da Prefeitura de Curitiba [http://www.curitiba.pr.gov.br/conteudo/plano-municipal-de-saneamento-basico/2958], foi elaborado em conjunto com uma série de instituições municipais e estaduais.

Presenças

Participaram do evento o secretário de Estado do Meio Ambiente, Antonio Carlos Bonetti; o secretário de Estado de Representação do Paraná, Luciano Pizzato; o secretário do Governo Municipal e presidente Interino do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), Luiz Fernando Jamur; a coordenadora da Casa da Mulher Brasileira, Sandra Praddo; o presidente da Cohab, José Lupion Neto; a presidente do ICS, Dora Pizzatto; os vereadores Geovane Fernandes e Rogério Campos; e representantes da Prefeitura de Araucária

Compareceram, ainda, os administradores regionais da CIC, Raphael Keiji; do Boqueirão, Ricardo Dias; de Santa Felicidade, Simone das Graças Chagas Lima; e do Cajuru, Márcio José Nunes. O promotor Saint-Clair Honorato Santos também compôs a mesa.

Fonte: PMC

Plano de Trabalho do Belém é apresentado