KIT MÍDIA Contato

por: Marcio Nato Rodrigues - Curitiba(PR)

Data: 16/10/2017 às 09h47min - Atualizada em 16/10/2017 às 09h47min
..

Todos os dias são feitas limpezas das galerias e caixas de captação das águas de chuva na cidade. O trabalho evita que a obstrução dos canos cause alagamentos em dias de chuvas fortes.



Para fazer a limpeza, a Prefeitura usa um caminhão especial, equipado especificamente para este tipo de serviço. Um motor, duas mangueiras e depósitos para água e armazenamento de detritos compõe o caminhão hidrojato sugador. O serviço normalmente é solicitado pela população, ao perceber que os bueiros não vencem escoar as águas das chuvas.



O pedido de desobstrução de galeria pode ser feito pela central 156 da Prefeitura, que o encaminha para o Departamento de Pontes e Drenagem. Desde o início do ano já foram feitos 800 atendimentos com o caminhão hidrojato sugador nos bairros Ahú, Alto da Glória, Alto da XV, Batel, Bigorrilho, Bom Retiro, Cabral, Centro, Centro Cívico, Cristo Rei, Hugo Lange, jardim Botânico, Jardim Social, Juvevê, Mercês, Prado Velho, Rebouças e São Francisco.



A limpeza e desobstrução feita pelo caminhão usa um jato de água com forte pressão e os detritos são sugados para dentro do compartimento do veículo. O caminhão é equipado com um depósito com capacidade para oito mil litros de água e outro espaço que leva mais oito mil litros de detritos.



Com o endereço da solicitação, a equipe vai até o local da caixa e retira a tampa do bueiro. A mangueira com jato de ar é colocada nos canos para ver se a passagem está livre. Em caso de obstrução, entra em funcionamento a outra mangueira com água para limpar a galeria. No final do processo, a mangueira com ar é usada para sugar os detritos.



Sujeira



Das galerias saem resíduos de folhas das árvores, lixo, latas de cerveja e refrigerantes, garrafas pets, roupas, lodo, terra, areia e muitas bitucas de cigarro. Em média, por mês, são retirados cerca de 20 metros cúbicos a 30 metros cúbicos de entulhos das caixas de captação e bueiros da cidade. Este material enche três caminhões caçamba da Prefeitura por mês.



Segundo o gerente de conservação do Departamento de Pontes e Drenagem, Donato Ciorcero, o trabalho é fundamental para evitar enchentes, alagamentos e refluxos de água em prédios que ficam próximos das galerias de captação das chuvas.



“Se um dia deixar de ter este tipo de atendimento na cidade haverá vários problemas com alagamentos. O caminhão usado é próprio para isto, esta é a única função dele e dá bastante resultado”, explicou Ciorcero.



Na sexta-feira (6/10) o trabalho de limpeza das caixas de captação e galerias foi feito na Rua Piquiri, entre a Engenheiros Rebouças e a Avenida Presidente Getúlio Vargas.



A Regional Matriz concentra a grande parte dos atendimentos, pois têm a maioria das caixas e galerias da cidade. Nas demais regionais o serviço também é executado por equipes próprias de manutenção.



Os moradores que perceberem que os bueiros estão com refluxo ou não suportam a quantidade de água das chuvas podem ligar para o 156 e informar sobre os problemas. Equipes irão até o local para vistorias e sondagens.



Fonte: PMC



 



Limpezas diárias de galerias e caixas de captação evitam alagamentos