KIT MÍDIA Contato

por: Marcio Nato Rodrigues - Curitiba(PR)

Data: 16/10/2017 às 09h46min - Atualizada em 16/10/2017 às 09h46min
..

Quem passar pelo calçadão da Rua XV, nesta segunda-feira (16/10), irá se surpreender com comerciantes de feiras da Prefeitura vendendo hortifrutigranjeiros fresquinhos, inclusive frutas e verduras orgânicas. A poucos passos, em uma imensa tenda em plena Boca Maldita, as pessoas também poderão aprender a incrementar as refeições com ingredientes nutritivos, descobrir como aproveitar todas as partes do alimento e até se inspirar a plantar dentro de casa uma pequena horta repleta de ervas e hortaliças. Haverá ainda orientações sobre consumo consciente, cuidados com a água, separação do lixo e reciclagem.



As ações fazem parte de um único evento, promovido pelo Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de Curitiba (Consea), em comemoração ao Dia Mundial da Alimentação. “Do plantio, passando pela distribuição e venda, até o consumo e o descarte, todas essas etapas fazem parte do ciclo do alimento. Mas este processo precisa ser aprimorado com uma grande mobilização de toda a população e, por isso, promovemos há 12 anos este evento”, destaca Regina Maria Ferreira Lang, presidente do Consea, órgão consultivo do prefeito Rafael Greca sobre segurança alimentar e que reúne instituições como a Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Smab), a Fundação de Ação Social (FAS) e a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), entre outras. A programa ção ocorrerá, na próxima segunda-feira (16/10), das 9h às 18h.



A Smab estará presente com todos os seus programas de segurança alimentar. “Orientar a população sobre a participação dela no ciclo do alimento é fundamental, pois é preciso rever não apenas como todos nós compramos e consumimos os alimentos, como destinamos os resíduos gerados, mas também a forma de como é plantado, distribuído e vendido os alimentos”, reforça o secretário municipal de Agricultura e Abastecimento, Luiz Gusi. De acordo com ele, os estabelecimentos e programas da Smab, como restaurantes populares, armazéns, sacolões, feiras, mercados e unidade de agricultura urbana, estão empenhados em disseminar as práticas de segurança alimentar, como a valorização do alimento in natura, consumo consciente e destinação correta de resíduos.



Consumo consciente

Durante o evento, as nutricionistas do Departamento de Educação Alimentar da Smab irão orientar os visitantes sobre a importância de se consumir frutas e verduras, muito mais saudáveis que os alimentos industrializados, além de estimular as pessoas a reduzir o consumo de sal, açúcar e gordura. Os cinco traillers de feirantes de hortifrutigranjeiros, inclusive orgânicos (sem agrotóxicos), serão um convite para que as pessoas deixem a Rua XV com sacolas repletas de produtos in natura saudáveis.



Nutricionistas da Smab também vão incentivar as pessoas ao consumo consciente dos alimentos. “Infelizmente, a população ainda tem o hábito de não consumir toda a fruta ou verdura, seja colocando no prato mais que o necessário ou, na hora do preparo, descartando partes não convencionais que poderiam ser aproveitadas na refeição”, salienta Alessandra Sutil de Oliveira Kades, da equipe de especialistas da secretaria que estará na ação. Ela cita, por exemplo, as cascas de frutas e legumes, que têm um alto valor nutricional, inclusive vitaminas e sais minerais, e poderiam virar chás ou farinhas.



Na área dedicada a hortas em pequenos espaços e compostagem, os engenheiros agrônomos da Unidade de Agricultura Urbana da Smab irão ensinar os visitantes a cultivar hortaliças e ervas em vasos, latas e potes. Será possível ainda aprender a montar um minhocário, sistema de compostagem caseira que transforma resíduos orgânicos produzidos no lar em adubo para hortas domésticas, que depois pode voltar para a cozinha como um novo alimento.



Além da Smab, outros órgãos do município e entidades que fazem parte do Consea estarão realizando atividades e apresentando programas ligados à segurança alimentar. Também estarão presentes o Conselho Regional de Nutricionistas 8ª Região (CRN-8), a Fundação de Ação Social (FAS), a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude (Smelj), a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA), a Curitiba S.A, o Sesc-PR e a Sanepar.



Serviço



Dia Mundial da Alimentação



Data: 16/10



Horário: das 9h às 18h



Local: Calçadão da Rua XV (Boca Maldita), no Centro.



Confira algumas atividades que serão realizadas por órgãos e entidades participantes:



Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Smab) – Orientações sobre alimentação saudável e aproveitamento total dos alimentos; dicas de como ter hortas em pequenos espaços; apresentação da compostagem caseira (sistema que transforma resíduos orgânicos produzidos em casa em adubo para hortas domésticas); venda de hortifrutigranjeiros (inclusive orgânicos); divulgação dos programas Armazém da Família, Sacolão da Família, Restaurante Popular e Disque Economia.



Fundação de Ação Social (FAS) – Apresentação dos benefícios sociais vinculados ao Cadastro Único e do programa Seja Digital, de distribuição de kits gratuitos de migração do sinal analógico para o sinal digital da televisão no Brasil.



Secretaria Municipal de Saúde (SMS) - Avaliação nutricional, orientações sobre aleitamento materno e baseadas no Guia Alimentar para a População Brasileira.



Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude (Smelj) - Avaliação física e dicas sobre atividades físicas.



Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA) - Divulgação do programa Câmbio Verde, orientações sobre os cuidados com a água, separação do lixo e reciclagem.



Sanepar – Apresentação de programas sobre cuidados com a água e também de destinação de resíduos, inclusive a parceria com a congregação católica Missionários Servos dos Pobres, que criou o projeto EcoSolidariedade, de coleta de óleo de cozinha usado. Atualmente, 12 Armazéns da Família têm pontos de coleta do resíduo.



Sesc-PR - Exames de glicemia e aferição de pressão arterial.



Conselho Regional de Nutricionistas 8ª Região (CRN-8) - Orientações sobre alimentação saudável.



Fonte PMC



Hortifrútis "invadem" a Rua XV no Dia Mundial da Alimentação