KIT MÍDIA Contato

por: Marcio Nato Rodrigues - Curitiba(PR)

Data: 06/10/2017 às 10h01min - Atualizada em 06/10/2017 às 10h01min
..

Sabe aquela banana verde, muitas vezes desprezada em feiras, varejão, mercados e sacolões? Saiba que ela pode se transformar em um alimento saudável e, de quebra, ajudar a perder alguns quilinhos para o próximo verão.



Segundo a nutricionista Karin Flemming de Farias, do Departamento de Educação Alimentar da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Smab), alimentos como biomassa de banana verde, pimenta vermelha, canela, gengibre, água de coco e abacaxi ajudam a estimular o metabolismo, melhoram o trânsito intestinal e combatem a retenção de líquidos. “Sem falar que são ricos em vitaminas e minerais, que contribuem substancialmente para a massa corporal e o bom funcionamento das células, além de ajudar a regular o metabolismo”, acrescenta ela.



A nutricionista da Prefeitura recomenda que esses produtos sejam consumidos diariamente, ao longo do dia, aliando atividade física regular e uma alimentação saudável, com baixo consumo de açúcar, doces, gordura, frituras e alimentos processados. “As pessoas também não podem deixar de beber muita água, que é essencial para que o intestino funcione regularmente, diminuindo a prisão de ventre e favorecendo o emagrecimento. Se for gelada, melhor ainda, pois funciona como um termogênico. Quando bebemos água gelada nosso corpo precisa elevar a temperatura e isso gera um gasto calórico”, completa Karin.



Dez alimentos que fazem bem à saúde, ajudam a emagrecer e que podem ser encontrados nas feiras, varejão, mercados e Sacolões da Família da Prefeitura:



Biomassa de banana verde



Usada como espessante de alimentos em receitas, a biomassa de banana verde é um amido feito com polpa de bananas verdes cozidas. De simples preparação (receita no fim do texto), é pobre em calorias e rica em fibras que dão a sensação de saciedade e ajuda a melhorar a imunidade. A biomassa contribui para o desenvolvimento da microbiota intestinal, controla os níveis de colesterol, previne o diabetes e evita o acúmulo de gordura abdominal. É um amido conhecido como “resistente”, pois não é absorvido pelo organismo, passa direto pelo estômago e, no intestino, além de alimentar as bactérias (processo que resulta na formação de substâncias benéficas para a saúde), funciona como fibra, estimulando o bom funcionamento do órgão.



Além disso, esse amido deixa o esvaziamento gástrico mais lento e evita picos de glicemia que, além de causar doenças como a diabetes tipo 2, estão ligados diretamente ao acúmulo de gordura. Também pode ser comprado pronto em locais, como o Mercado Municipal de Curitiba e usado no preparo de suco natural, pão integral, vitamina, tortas, sopas, maionese, mousse e muffins.





Canela



A canela é um alimento termogênico, tendo o efeito de aumentar o metabolismo do organismo e estimular a queima de gordura. Também auxilia na redução da compulsão por comer doces e carboidratos, pois melhora a atividade de insulina, estabilizando o nível de açúcar no sangue. Além disso, ela pode ser facilmente adicionada a diversas preparações, como frutas, sucos, vitaminas, chás, bolos e biscoitos integrais.





Linhaça



Esta semente é rica em antioxidantes e ômega-3, um tipo de gordura boa que ajuda no controle do colesterol e diminui a inflamação no organismo, facilitando o processo de emagrecimento. Além disso, ela é rica em fibras que melhoram a digestão e aumentam a saciedade e seus grãos devem ser consumidos triturados ou na forma de farinha. O grão pode ser usado como ingrediente em pães, massas (panquecas e pastas), tortas, bolos, biscoitos e sucos.





Maçã



Esta fruta é rica em fibras, proporcionando uma sensação de saciedade, e em antioxidantes, que melhoram o metabolismo e previnem o acúmulo de gordura na cintura e abdômen. A concentração de fibras e vitaminas B, C e E fazem da maçã uma importante aliada na prevenção de doenças, além de auxiliar na redução do mau colesterol ao formar uma fibra na parede intestinal impedindo a absorção de gorduras.





Gengibre



A raiz tem muitas propriedades que ajudam no bem-estar do trato digestivo, além de ser um acelerador de metabolismo e diurético natural. Rico em vitamina C, B3 e B6, magnésio, selênio e zinco, o gengibre é um poderoso antioxidante e antiinflamatório.



Pode ser consumido cru, em forma de chá, usado como tempero ou adicionado em sucos.





Abacaxi



Este alimento ajuda a emagrecer graças à quantidade alta de líquidos e efeito diurético. Assim, o corpo consegue eliminar as toxinas e líquidos retidos com muito mais facilidade. É uma fruta rica em vitaminas, minerais, enzimas digestivas e, principalmente, fibras, que retardam o esvaziamento gástrico, não levando a pessoa a ter um pico glicêmico, sem falar que melhora o funcionamento do intestino. O abacaxi ainda ajuda a controlar o colesterol e manter o intestino regulado.





Couve



Rica em fibras, a couve auxilia no bom funcionamento do intestino e prolonga a sensação de saciedade. Com isso, a pessoa demora mais para sentir fome. A hortaliça também é rica em ácido ascórbico, que faz o organismo absorver menos gordura e, depois, ajuda a eliminá-la pela urina e pelas fezes.



Além disso, é um alimento repleto de vitaminas (K, C e A) e minerais (como cálcio e potássio), com propriedades antiinflamatórias e antioxidantes, combatendo o envelhecimento precoce e a celulite. Caso não goste de fazer suco, bata no liquidificador as folhas de um maço (higienizadas) com um copo de água. Coloque em forminhas e use como gelo.





Água de coco



Embora muito mais conhecida pelo poder de hidratação, a água de coco também é diurética, reduz a retenção de líquido e o inchaço. Mas estamos falando do produto natural, consumido diretamente do fruto. Rica em vitamina C, ela tem capacidade antioxidante.



Além disso, o potássio e o sódio presentes em sua composição auxiliam no controle da pressão arterial e agem como diurético natural, enquanto o cálcio regula a atividade neuromuscular. A água de coco pode ser usada em receitas caseiras de sucos, como o de abacaxi com hortelã e até na limonada.





Hortelã



O primeiro ponto a ser verificado é o número de calorias que o chá de hortelã apresenta. Exemplo: uma porção de 235 ml da bebida, preparada com as folhas frescas ou secas, traz somente duas calorias. Assim, se a pessoa que está tentando perder peso, deixar de tomar uma lata de refrigerante com 149 calorias e optar por saborear o chá de hortelã, irá reduzir o consumo de 147 calorias.



Outra vantagem da bebida é que ela contém fibras, nutriente que promove a sensação de saciedade no corpo, o que facilita o controle do apetite, a diminuição no tamanho das porções das refeições e das calorias, tornando a perda de peso mais propensa. Vale lembrar ainda que as folhas de hortelã têm vitaminas A, B e C, minerais, cálcio, fósforo, ferro e potássio.





Biomassa de banana verde



Saiba como preparar em casa esse alimento saudável e que ajuda a emagrecer:



Ingredientes:



3 bananas verdes



Modo de preparo:



- Corte a banana verde do cacho com a ajuda de uma faca ou tesoura, lave as bananas com a casca e leve para a panela de pressão com água suficiente para cobrí-las (não tire a casca). Tampe a panela, leve à pressão e quando atingir a pressão, abaixe o fogo e deixe ferver por oito minutos.



-  Desligue o fogo e espere a pressão sair naturalmente.



- Abra a panela de pressão com cuidado, retire as bananas e abra a fruta com a ajuda de uma faca.



- Retire a polpa, leve ainda bem quente ao liquidificador e bata com o mínimo de água até virar uma pasta bem cremosa.



- Guarde na geladeira para fazer pães, bolos, mousse e outros alimentos.



Fonte: PMC



Dez alimentos saudáveis que regulam o metabolismo e ajudam a emagrecer