KIT MÍDIA Contato

por: Marcio Nato Rodrigues - Curitiba(PR)

Data: 19/09/2017 às 13h50min - Atualizada em 19/09/2017 às 13h50min
..

As universidades estaduais do Paraná estão entre as melhores instituições de ensino do Brasil segundo o Ranking Universitário da Folha 2017 (RUF), da Folha de São Paulo, divulgado nesta segunda-feira (18). Foram avaliadas 195 universidades brasileiras públicas e privadas, de acordo com indicadores como pesquisa, internacionalização, inovação, ensino e mercado. As Universidades Estaduais de Maringá (UEM) e Londrina (UEL) aparecem entre as 25 melhores do país.



A Universidade Estadual de Maringá (UEM) ocupa a 24º lugar com 33 cursos avaliados. A instituição manteve a mesma posição em relação ao ranking publicado nos dois anos anteriores. Entre as universidades paranaenses, a instituição é a segunda melhor colocada.

Os cursos mais bem avaliados foram Agronomia e Ciências Contábeis, ocupando a 10º posição no ranking, e Engenharia Química e Moda classificados em 11º e 14º, respectivamente. Dois indicadores ganharam destaque na instituição: Inovação e Ensino.

O reitor da UEM, Mauro Baesso, comemorou a divulgação do RUF 2017 e a posição ocupada pela universidade que, segundo ele, vem consolidando sua posição de liderança entre as universidades brasileiras.



Baesso também destacou que, com apenas 47 anos, a UEM traz uma particularidade que merece ser citada. Entre os 62 cursos de graduação que a instituição oferece, metade foi criada a partir de 2000. “Isso demonstra que a Universidade ainda está em formação e, ao mesmo tempo, evidencia um forte potencial de crescimento”, diz o reitor.



UEL – A Universidade Estadual de Londrina também manteve a 25ª posição entre as melhores universidades, com 31 cursos avaliados. O curso de Moda subiu uma posição e agora figura entre os cinco melhores. Biomedicina e Biologia também são destaques no ranking, classificados na 9º e 10º posições. A UEL aparece entre as 24 melhores instituições no quesito Inovação.



Entre as 100 melhores instituições de ensino superior, a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e a Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) subiram de posição em 2017. A Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste) perdeu uma posição e está em 61º, mas manteve os cursos de Turismo, Serviço Social e Agronomia entre os melhores do Brasil.



A UEPG, que ocupava a 57ª colocação, subiu para 54º. O curso de Agronomia aparece entre os melhores avaliados. Os quesitos de destaque da UEPG foram Inovação e Pesquisa.



A Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) ficou na 100ª, oito posições acima do ano passado. A instituição teve 26 cursos avaliados com destaque para Pedagogia e Agronomia. A Universidade Estadual do Norte do Paraná (Uenp) subiu 12 posições e agora está entre as 160 melhores instituições. Já a Universidade Estadual do Paraná (Unespar) subiu uma posição e agora ocupa o 176º lugar no ranking geral.



Fonte AEN



Universidades do Paraná estão entre as melhores do país