KIT MÍDIA Contato

por: Marcio Nato Rodrigues - Curitiba(PR)

Data: 21/06/2017 às 07h43min - Atualizada em 21/06/2017 às 07h43min
..

Um grupo de estudantes de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, se uniu para incentivar a destinação correta de equipamentos eletrônicos. A iniciativa é mantida por cinco acadêmicos de ciência da computação, análise de sistemas, engenharia mecânica, engenharia elétrica e engenharia física.



Parte do material recebido pelo centro de coleta e triagem é reaproveitada e doada para algumas instituições. Outros, mais antigos, estão sendo restaurados e devem integrar o acerto de um museu de tecnologia e realidade aumentada que ainda está sendo preparado pelos estudantes.



“Muitos computadores desses que recebemos ia acabar sendo jogado no lixo ou ficar parado na garagem de uma pessoa por muito tempo. Mas, para quem não tem, ou nunca teve acesso, isso é ouro”, aponta o voluntário Luiz Claudio Gregório.



Eles fazem a coleta dos equipamentos gratuitamente. E, com os componentes selecionados também criam peças de artesanato e até montam impressoras 3D.



O projeto batizado de Lixotec funciona em um galpão e pode ser visitado. Quem vai até o local recebe orientações sobre sustentabilidade e leis de proteção ambiental e descarte correto, por exemplo.



"A ideia é conscientizar as pessoas do que é o lixo eletrônico, o impacto ambiental que ele causa e que existe um local gratuito para o descarte. Recolhemos eletrônicos, eletrodomésticos e informática. Não recolhemos lâmpadas, cartuchos e toner”, explica Guilherme Oliveira, estudante de análise de sistemas e um dos idealizadores do projeto.



Quem tiver equipamentos para doação pode entrar em contato com os voluntários do projeto pelos telefones (45) 99950-3043 e 99947-3674.



estudantes do Paraná ajudam na reciclagem de lixo eletrônico